Loading

8 de dez de 2010

Vírus pode fazer baterias renderem mais

Vírus TMV
Fonte da imagem: University of Maryland, College Park

Pesquisadores de duas instituições, a James Clarck School of Engineering e o College of Agriculture & Natural Resources, descobriram que a utilização controlada de um determinado tipo de vírus dentro de baterias de íon-lítio faz com que elas consigam gerar até 10 vezes mais energia do que baterias normais.
O vírus que foi usado no experimento é o vírus mosaico do tabaco, TMV, que foi o primeiro organismo deste tipo descoberto na história. Depois de destruir milhares de plantações de tabaco durante o século XIX, agora ele promete ajudar a fazer a bateria do seu notebook durar mais.
Isso acontece, pois a forma e as propriedades do vírus de se ligar a metais tornaram possível que os cientistas os ligassem perpendicularmente aos eletrodos das baterias, aumentando a superfície de contato e a condutividade. Além de aumentar o rendimento em até 10 vezes, os pesquisadores conseguiram fazer com que as baterias ficassem mais leves e fortes.
Uma informação importante que os cientistas revelaram foi que, apesar de ser um vírus, quando usado com este fim, o TMV torna-se inerte e não pode se espalhar. Ou seja, não vai ser dessa forma que ele vai voltar a causar pânico aos agricultores.
Por enquanto, não existem informações sobre quando essa nova descoberta irá se tornar comercial, ou se novas melhorias ainda precisam ser feitas antes de isso acontecer. O que é certo é que os consumidores e donos de gadgets mal podem esperar por isso!

Fonte: Baixaki